player rádio player rádio

TITE DESTACA FRIEZA DE NEYMAR APÓS TER A MÃE INSULTADA POR MEDEL EM DUELO CONTRA O CHILE

Compartilhe nas Redes Sociais

Atacante brasileiro tinha cartão amarelo e poderia ser expulso de campo

O atacante Neymar passou a maior parte da vitória por 3 a 0 da Seleção Brasileira sobre o Chile, nesta terça-feira, no Palestra Itália, pendurado com um cartão amarelo. E, envolvendo-se em algumas discussões com os adversários, correu risco de ser punido novamente pela arbitragem, o que representaria a sua suspensão na primeira rodada da Copa do Mundo.

Após a partida, o técnico Tite saiu em defesa do seu astro e aproveitou o assunto para reclamar do defensor Gary Medel, um dos que mais se irritaram com Neymar. “Vocês sabem o que aconteceu no intervalo? É preciso matar no peito quando o cara ofende a nossa mãe, a do Neymar, a minha. Falo especificamente do Medel. Sou eu que estou falando. As nossas mães não merecem. Só que a gente deve absorver isso tudo e jogar. Não dá para se destemperar. Tem que ir para o jogo e manter a frieza”, comentou.

Para Tite, Neymar foi frio o suficiente para lidar com o entrevero. Confiando na maturidade do atacante do Paris Saint-Germain, o treinador do Brasil só o substituiu pelo meia-atacante Willian nos minutos finais da partida.

Tite até contestou o cartão amarelo que Neymar recebeu no primeiro tempo. “Vocês viram? Quero ver de novo. Para mim, ele foi proteger a bola e não teve nenhuma intenção de acertar o adversário. Ele abriu o braço no sentido de uma proteção normal, pois estava com o domínio da bola”, advogou.

De qualquer forma, o técnico reconheceu que temia um cartão vermelho, uma vez que os ânimos dos chilenos, fora do Mundial da Rússia, estavam exaltados. “Sim. Chamei a atenção do Paulinho e de outros atletas”, contou Tite, que viu Philippe Coutinho também receber o amarelo na etapa inicial.

Fonte:uai.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *